Sobre nós

Seguidores

Curta!

Instagram

Twitter

Siga por e-mail

Eu leio Brasil

Meise está lendo

Isadora está lendo

Tecnologia do Blogger.

Link us

Viciadas em Livros

Arquivo do blog

7 de setembro de 2013

Resenha: Eileen - o despertar de um anjo


Título do Livro: Eileen - O despertar de um anjo
Autora: Cá Dalacroce
Ano: 2011
Páginas: 240

   Ganhei esse livro há um tempão e também o li há um tempão, porém, pela falta de tempo só estou o resenhando agora.
   Li inúmeras resenhas negativas sobre o livro, por isso fiquei com medo de me decepcionar realmente com o mesmo. Não é um livro ruim, eu até achei interessante, mas ele não faz muito meu estilo.
   Quando a Editora Bremen entrou em contato com o blog e pediu se queríamos livros para resenhar, escolhi dois, e esse veio meio que “de brinde”. A capa é linda demais, vocês não tem noção. Mas não podemos julgar um livro pela capa.
   Eileen é um anjo negro e, pelo que entendi, a atmosfera do livro acontece numa cidade inventada pela autora (não me recordo o nome da cidade, mas creio que seja Quartzo). Ela é um lúrida e é convocada para ir com um grupo atrás de algumas acepções (uma lúrida vírgula, ela não é nem lúrida, nem luzida. É uma Lurz. Vocês certamente entenderão se lerem o livro). Aí, vai Nerian (o "chefe" dos lúridos, porque "precisava proteger Eileen"), um Semigato, Aelle - um luzido, anjo branco, inimigo dos lúridos, e uma serpente, Anabel, que às vezes toma a forma de uma garotinha que não fala.


   O contexto do livro é extremamente confuso. A autora não detalhou muitas coisas e tem horas que você precisa ler muitas vezes a mesma página para tentar entender. Outra coisa que eu achei estranha foram os erros gramaticais (pela editora, claro), mas nada que impedisse a leitura.
  A autora é nova no mercado, talvez por isso o livro não tenha agradado tantas pessoas. Pelo que entendi é uma saga, mas não sei se a autora irá publicar o segundo livro logo...
   O foco do livro - pelo que pareceu-me -, foi o triângulo amoroso que se forma entre Eileen, Nerian e Aelle. Cá Delacroce descreveu Eileen como "uma lúrida de personalidade forte", mas eu acabei não concordando muito. Pelo contrário, a achei imatura na maioria das vezes, não aparentando ter a idade que tem. Em relação aos dois anjos, ela acaba ficando mais imatura ainda. Embora no final do livro Eileen tenha se transformado radicalmente, minha opinião não mudou em relação à sua imaturidade.
   O livro é interessante em algumas partes, confesso. Acredito que se a autora tivesse explorado mais detalhadamente as batalhas, retirado algumas falas e elaborado melhor outras, o livro teria ficado mais completo e compreensível. Como já disse em outros postagens, não gosto de livros de ficção, e esse acaba se tornando totalmente fictício, visto que não há nenhum personagem humano - embora numa parte do livro os humanos são citados como "seres que vivem em outra dimensão". É um tanto quanto curiosa essa parte.
   Obrigada à editora pelo livro (embora, como já tenha dito, não o tinha solicitado). Se a Cá Dalacroce fazer uma continuação do mesmo, espero ver personagens mais maduros e mais detalhes. Mas enfim, se você gosta de livros nesse estilo, talvez goste mais do que eu.




Classificação: 

3 comentários:

  1. Eu nunca li o livro então não posso falar nada. Gosto de historia fictícias mais não desse gênero.
    Bjs...!!

    ResponderExcluir
  2. Essa história me pareceu muito confusa.

    ResponderExcluir
  3. Eu sei que não podemos julgar um livro pela capa, mas eu sou tão assim... quando chego a uma livraria e vejo um livro com a capa linda eu compro, sempre esperando não me arrepender, é claro hahaha
    Fiquei curiosa por não ter humanos no livro. Eu quero ler!

    ResponderExcluir

A leitura é uma porta aberta para um mundo de descobertas sem fim. - Sandro Costa

Obrigada pela visita. Sinta-se a vontade para dar sugestões, fazer críticas ou elogios!