Sobre nós

Seguidores

Curta!

Instagram

Twitter

Siga por e-mail

Eu leio Brasil

Meise está lendo

Isadora está lendo

Tecnologia do Blogger.

Link us

Viciadas em Livros

Arquivo do blog

20 de setembro de 2014

Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban - J.K Rowling

Título: Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban
Autora: J.K Rowling
Número de páginas: 348
Ano: 2000
Editora: Rocco
Classificação: ♥ (favorito!)
*Terceiro livro da saga Harry Potter.

Minha opinião: Em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, iniciamos a leitura com a rotineira insatisfação de Harry na casa dos Dursley. Sua irritação, porém, ganhava um motivo a mais naquele ano: sua tia, Guida, que não media esforços para mostrar um pingo de consideração pelo garoto, passaria as férias em sua casa. O que começou com entediantes dias de muita adulação de Guida em relação ao sobrinho, Duda, terminou em uma ofensa feita pela tia sobre os pais de Harry, que de tão irritado acabou, acidentalmente, transformando a tia num "balão" - e sim, gente, também não entendi muito quando usaram essa expressão em uma resenha, mas ele acabou lançando um feitiço acidental, e então ela inflou e saiu voando pela Rua dos Alfeneiros. Muito normal, né? Coisa que acontece sempre, você acaba inflando sua tia, ela sai voando por aí e acaba ficando entalada em chaminés alheias, quem nunca? haha

Bom, é aí que Harry decide fugir da casa dos Dursley. Com a ajuda do Nôitibus Andante (um ônibus que resgata bruxos em momentos que eles realmente necessitam), Harry se hospeda no Beco Diagonal - uma área comercial bruxa - e lá passa o restinho de suas férias que, naquele ano, estava melhor do que poderia imaginar até em seus melhores sonhos. Porém, rolava a notícia de que Sirius Black, preso em Azkaban¹ há 13 anos pela morte de seu amigo - Pedro Pettigrew - quando explodiu uma rua inteira, matando também 12 trouxas, fugira de lá. Como quem já leu o livro ou conhece a história de Harry Potter sabe, é proibido usar magia na frente de trouxas², ou seja, que não nasceram em uma família mágica e são desprovidos de poderes mágicos, e juntando isso à morte de 13 pessoas, Sirius era considerado um dos mais perigosos em Azkaban. Aliás, ele era o único que tinha conseguido fugir do lugar, por isso toda a comunidade bruxa estava em pânico - para proteger os estudantes, foram até colocados Dementadores em Hogwarts, que eram criaturas muito sombrias; os dementadores eram os guardas de Azkaban e se alimentavam da felicidade humana, sugando toda a alegria da pessoa e fazendo com que ela achasse que nunca mais se sentiria feliz novamente...

¹Azkaban é a prisão dos bruxos.
² Trouxas são pessoas desprovidas de poderes mágicos e que, na maioria dos casos, não têm conhecimento algum do mundo mágico também.

É acompanhando toda essa história da vinda dos dementadores à Hogwarts - à contragosto do diretor da escola, Alvo Dumbledore, que não gostava nem um pouco deles -, a fuga de Sirius Black à prisão dos bruxos e a chegada de um novo professor de Defesa Contra as Artes das Trevas à Hogwarts - Remo Lupin -, que Harry, Rony e Hermione se metem novamente em aventuras que os marcariam para sempre.

Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban é, sem dúvida, o meu livro preferido de todos da série de HP. Ok, eu ainda não terminei todos (dos 7 livros, só li 6 até o momento), mas dos filmes esse foi o que mais me agradou e é o que eu mais amei dos livros também. Como se não fosse o suficiente eu ter me apaixonado por um personagem novo no livro anterior de Harry Potter, o Dobby, nesse terceiro livro me apaixonei por dois: Lupin e Sirius Black. Sim, eu sempre adorei vilões e, no final, vocês vão descobrir que nem tudo é o que parece... haha :P

A J.K, como sempre, conseguiu explorar nesse livro todos os personagens e nos mostrou um pouco mais sobre o passado dos pais de Harry, o que eu gostei muito (no quinto livro de Harry Potter, inclusive, somos até levados para um flashback dos tempos de colégio do pai e da mãe de Harry, mas vou deixar isso para a resenha de Harry Potter e a Ordem da Fênix hahaha), e a maneira como a autora consegue prender o leitor na história e desvendar o mistério sem deixar nenhum ponto final é uma característica realmente digna de ser citada aqui.

Como todos os outros livros, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban é um que vai envolver bastante emoção, descobertas do passado e até mesmo um pouco de humor - afinal, quando se tem um livro com personagens como o Fred e Jorge, é impossível não dar algumas gargalhadas em um momento ou outro... Eles são os meus preferidos de todos os livros, juntamente com o Sirius - já dito anteriormente aqui -, o Lupin e o Dobby. Muito amor todos eles <3

Então, gente, é isso! Vocês já leram esse livro? Qual dos livros de Harry Potter vocês gostam mais? E quais gostam menos?

Beijooos!


3 comentários:

  1. Gente, esse é um dos meus livros favoritos da saga, mesmo sendo meio enrolado por conta do vira tempo e tals. Já o filme, não curti muito (por ser enrolado e pular muita coisa importante) mas ainda assim, é a minha saga preferida. Não tenho nem o que falar sobre o Sirius né? Ou sobre o Pedro Pettigrew ¬¬ kkk
    Espero que você consiga ler o 4, você vai amar (meu preferido de todos EVER)
    Amei a resenha.
    Beijos!!
    Literamagia
    Facebook Literamagia

    ResponderExcluir
  2. Esse é o melhor livro da saga, na minha opinião! HP3, para mim, é vida <3

    Beijos!
    www.a-book-devourer.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Muita gente acha que esse é o melhor livro da série mas eu discordo. Acho que esse é o livro mais revelador. Ainda assim gosto bastante dele e me encantei muito mais a partir deste livro.
    Beijos.
    http://livrosporumbeijo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

A leitura é uma porta aberta para um mundo de descobertas sem fim. - Sandro Costa

Obrigada pela visita. Sinta-se a vontade para dar sugestões, fazer críticas ou elogios!